Quinta da Fonte Boa, 2005-048 Vale Santarem
+351 243 767 300

Artigos

Acompanhe os nossos mais recentes artigos e novidades.
No 𝗗𝗶𝗮 𝗠𝘂𝗻𝗱𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗼 𝗔𝗻𝗶𝗺𝗮𝗹 (4 outubro), o FeedInov lembra que todas as espécies de animais são importantes e garantem o equilíbrio dos ecossistemas e a biodiversidade. Deixem-se inspirar pelos animais do nosso planeta, em especial pelos animais da quinta! 

#FeedInovVaiAEscola
Saiba Mais
No 𝗗𝗶𝗮 𝗠𝘂𝗻𝗱𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗼 𝗔𝗻𝗶𝗺𝗮𝗹, 4 de outubro, a IACA juntamente com 4 empresas nacionais produtoras de alimentos compostos para animais de companhia, nomeadamente a Avenal Petfood, Sorgal Pet Food -Associados FeedInov- bem como a Petmaxi e Ovargado, S.A. assinalam a data 𝗱𝗼𝗮𝗻𝗱𝗼 𝗾𝘂𝗮𝘁𝗿𝗼 𝘁𝗼𝗻𝗲𝗹𝗮𝗱𝗮𝘀 𝗱𝗲 𝗿𝗮çã𝗼 à 𝗨𝗻𝗶ã𝗼 𝗭𝗼ó𝗳𝗶𝗹𝗮, o que permitirá alimentar mais de 500 animais durante um mês.
A iniciativa decorre no âmbito do projeto 𝗜𝗔𝗖𝗔 𝘀𝗼𝗹𝗶𝗱á𝗿𝗶𝗮 de afirmação da responsabilidade social do setor, e pretende chamar a atenção da sociedade civil para o aumento de animais a serem abandonados e para as instituições que os acolhem necessitarem de apoio; bem como para o facto de a saúde e o bem-estar animal, tal como acontece nos seres humanos, estarem diretamente ligados à qualidade da sua alimentação.
Em Portugal, em contexto doméstico existem cerca de dois milhões de cães e um milhão e quinhentos mil gatos. De acordo com as últimas estatísticas do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, entre 2020 e 2021, o abandono aumentou mais de 30%. Um total de 43.600 cães e gatos foram abandonados e recolhidos por centros municipais em Portugal, em 2021.

Como podemos melhorar a oferta global de alimentos?


Um novo estudo publicado na Nature Food, da Universidade de Aalto (Finlândia), mostra que mudanças no fluxo global de alimentos e subprodutos podem representar o redireccionamento da alimentação animal para o uso humano de 10-26% da produção total de cereais e 17 milhões de toneladas de peixe. Os ganhos na oferta alimentar seriam entre 6 e 13% em termos de conteúdo calórico, e entre 9-15% em termos de teor proteico.
Em Portugal, o FeedInov, juntamente com um conjunto de parceiros, está a trabalhar na procura de respostas a este nível. Muitos dos subprodutos do sistema alimentar já são usados na alimentação animal, mas há um grande potencial para aumentar o seu uso. O FeedInov pretende, por isso, fazer a compilação da informação de forma consolidada sobre a quantidade, tipo, distribuição geográfica e época de produção dos diferentes subprodutos com valor nutricional para serem utilizados em alimentação animal. Para além disso, avaliará as vantagens ambientais da utilização destes subprodutos. Espera-se, no final do projeto, que os recursos obtidos permitam diminuir o desperdício da indústria agroalimentar portuguesa, aumentar a valorização dos subprodutos do ponto de vista ambiental avaliando o seu potencial de diminuição de gases de efeito de estufa, diminuir a pegada de carbono dos alimentos para animais, utilizar cadeias de abastecimento mais curtas e aumentar a autossuficiência nacional, reduzindo, consequentemente, a enorme pegada ambiental da importação das matérias-primas.

LEIA MAIS
ANEXOS PARA CONSULTA

- Artigo: "Food system by-products upcycled in livestock and aquaculture feeds can increase global food supply" in Nature Food

- Ficha de Projeto FeedInov: "Avaliação de subprodutos da indústria agroalimentar portuguesa com potencial de utilização na alimentação animal e na compostagem e produção de fertilizantes orgânicos"

Neutralidade climática no setor pecuário em Portugal, considerações reais e filosóficas:

Onde estamos e para onde vamos?

Por: Ana Sofia Santos, CEO FeedInov.    

Publicado na revista Nutrição Animal, Ed. 117, pág. 14 - 18

Leia mais
Cercas Virtuais
O que diria se fosse possível movimentar os seus animais e gerir as parcelas de pastagem através de um telemóvel? Sem necessidade de construir ou movimentar Km de cercas manualmente e sim faze-lo virtualmente sentado/a no escritório ou sofá.
Por:  Jorge Matos, Investigador FeedInov.
Leia mais

A Produção Animal como parte da Solução

A produção animal e o seu impacto no uso do território e seus recursos são únicos uma vez que se apresentam tanto como uma fonte de emissões como uma fonte de retenções de carbono. Será necessária uma visão científica holística desta interação biológica por forma a informar as discussões, definir as linhas de base com a adesão da indústria e identificar lacunas de conhecimento críticas que devemos abordar a curto e médio prazo.
Por: Ana Sofia Santos, CEO FeedInov.
Publicado na revista Espaço Angus, Ed. 2020, pág. 22 - 26
Leia mais
Co-financiado por:
Associação para a investigação e inovação em nutrição animal
© Copyright 2021 Feedinov. Todos os direitos reservados.
Designed by
envelopephone-handsetmap-marker linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram